FALE CONOSCO 84 99623-9621

FALE CONOSCO 84 99623-9621

sábado, 10 de outubro de 2015

RN fecha 2014 com 72% da produção nacional de larvas de camarão

O Rio Grande do Norte concentrou 72,1% da produção nacional de larvas e pós-larvas de camarão em 2014, conforme a Pesquisa da Pecuária Municipal divulgada nesta quinta-feira (8) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Os municípios de Canguaretama, no litoral Sul, e Touros, no litoral Norte, foram os destaques nacionais na produção do crustáceo nas "formas jovens”.


Camarão é prato finalista por Cabo Frio (Foto: Divulgação / Fair Play)


Quando se fala no camarão "adulto", o Ceará liderou o país com 35,39 mil toneladas em 2014. O Rio Grande do Norte veio na sequência com 18,29 mil toneladas, que representou um crescimento de 7,73% frente ao ano anterior. O IBGE informou que 99,33% da produção de camarão do país está na região Nordeste.  Nas oito primeiras posições estão seis cidades do Ceará (Aracati, Beberibe, Acaraú, Jaguaruana, Fortim e Camucim) e duas do Rio Grande do Norte (Mossoró e Canguaretama).

Rebanhos
Os rebanhos do Rio Grande do Norteapresentaram recuperação em 2014 mesmo com a longa seca que atinge o estado. A Pesquisa da Pecuária Municipal mostra que o número de bovinos, caprinos, ovinos, além de outros animais, cresceu em relação ao ano anterior. O levantamento aponta que a criação de bovinos passou de 914.777 para 972.816, um crescimento de 6,34%.
Apesar da alta no número de animais, o analista Ivanilton Passos, do IBGE, explica que há uma tendência de substituição dos bovinos pelos caprinos e ovinos no Rio Grande do Norte.As criações de caprinos e ovinos cresceram 10,73% e 16,63%, saltando de 397.093 para 438.690, e de 737.392 para 860.037, respectivamente. "Há um investimento maior dos pecuaristas nas duas pois os animais são mais resistentes à seca. Além disso, programas de financ

Nenhum comentário:

Postar um comentário